23/04/2019

Ital abordará qualidade da bebida de café na Agrishow
Visitantes terão a oportunidade de conhecer as diferenças entre tradicional, gourmet e superior

Através de pesquisa, desenvolvimento e assistência tecnológica, o Instituto de Tecnologia de Alimentos (Ital) desempenha importante papel na qualidade, segurança e inovação do café e seus produtos e levará aos visitantes da Agrishow, na próxima semana, a oportunidade de experimentar e entender a diferença entre a bebida de café tradicional, gourmet e superior, além de conhecer os principais tipos de embalagem.

A avaliação sensorial, que ocorrerá ao longo do primeiro dia (29) no espaço Café São Paulo, tem por objetivo fazer com que o participante aprecie as sensações gustativas decorrente da natureza do café e da tecnologia empregada na sua produção, como classificação do grão, blends e torra. A ação levará em consideração nove atributos, conforme legislação do Estado de São Paulo, estudada e estabelecida com a participação do Ital e entidades e produtores de café.

Ao longo de todos os dias do evento, os visitantes poderão ainda tirar dúvidas sobre outras atividades desenvolvidas pelo Ital, vinculado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (Apta), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo. Além da avaliação do perfil descritivo da bebida e testes com consumidores, o Ital realiza ensaios químicos para atendimento dos padrões mínimos de qualidade para café torrado (em grão e moído), análises de controle de qualidade (determinação de sujidades e de impurezas e identificação histológica), pesquisas relacionadas a fungos e toxinas em café e em parceria com instituições como Instituto Agronômico (IAC), Embrapa Café e CNPq.

O Ital também participa de avaliações interlaboratoriais de análises de café com a Associação Brasileira da Indústria de Café (Abic), o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), o Sindicado da Indústria de Café do Estado de São Paulo (Sindicafé-SP) e o LAB Carvalhaes, do Escritório Carvalhaes Corretores de Café. Em relação à embalagem de café e seus produtos, destacam-se os ensaios de taxa de permeabilidade ao oxigênio e ao vapor d’água, integridade do fechamento e da termossoldagem de válvulas incorporadas, composição gasosa do espaço-livre de embalagens inertizadas e nível de vácuo.

Novos processos e produtos são outra frente de atuação do Ital, como os preparados para bebidas instantâneas com café, cappuccino e achocolatado, bolos, biscoitos, chocolates, recheios, barras de cereais e balas. Junto ao IAC, desenvolveu, por exemplo, processo para obtenção de ingrediente fonte de cafeína a partir da casca do café robusta. Com pedido de patente depositado no Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI), o ingrediente pode ser usado na indústria de alimentos e bebidas não alcoólicas de baixo valor calórico e ter aplicação na formulação de cosméticos e fármacos naturais.

Também foram desenvolvidos vários outros projetos em parceria com o IAC com foco na evolução das regiões cafeeiras do Estado, como a obtenção de indicadores ambientais da produção de café arábica a partir da metodologia de Avaliação de Ciclo de Vida (ACV), através do Programa Pesquisa Café, e a influência das mudanças climáticas nos sólidos solúveis em resíduos da produção, com utilização desses em novos produtos.

Confira as atrações da Agrishow